Quem vai à Bananeiras pela primeira vez sai com uma certeza: o desejo de retornar. Foi com essa sensação que o autor do Blog deixou a cidade mais charmosa do Brejo da Paraíba na volta para João Pessoa após a edição especial do Rádio Verdade (Rede Arapuan de Rádios), no início da dobradinha com a Rádio Integração FM.

De um povo hospitaleiro, Bananeiras se diferencia de outras tantas cidades do interior do Nordeste, seja pelo clima gostoso neste período do ano, quando os termômetros chegam a marcar 15ºC, ou pela gastronomia saborosa e criativa, como o Peteca Gateau, a versão adaptada do tradicional Petit, esta feita com banana nanica, mel de engenho, canela e acompanhada de uma bola de sorvete de creme.

Foto: Heron Cid

Não esqueçamos das arquiteturas seculares, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Livramento e o Colégio das Dorotéias, nem muito menos do autêntico São João nordestino (100% forró pé de serra), o que atrai turistas de todas as partes do Brasil.

Pequena, talvez, só no tamanho geográfico. Bananeiras e seus quase 25 mil habitantes se agigantam no exemplo de receptividade e originalidade que oferecem a todo estado.

Comentários: