O vice-presidente do PSD e deputado estadual Manoel Ludgério vai à Brasília nesta terça-feira (3) para se reunir com o presidente de honra do partido e ministro Gilberto Kassab. Insatisfeito com o tratamento recebido pela chapa PV-PSDB, desde a desistência do senador Raimundo Lira (PSD) de disputar a reeleição, Ludgério pode dar ao PSD um novo rumo na Paraíba.

“Vou pedi a orientação do nosso diretório nacional sobre a nossa conduta na Paraíba. O perfil do partido é de oposição, mas como temos dezenas de prefeitos, vice-prefeitos, tempo de televisão e temos uma musculatura em todo estado, não podemos ser tratados apenas com gentilezas”, disse ao autor do Blog.

Em uma posição mais dura, Ludgério sugeriu que a presidente e viúva do ex-deputado Rômulo Gouveia não está bem para tratar dos destinos do PSD.

“Se a presidente Eva não está bem psicologicamente para tratar desses assuntos, que delegue para outras pessoas. O partido não se resume a Eva, temos outros atores e filiados que precisam ser ouvidos”, criticou.

“Com o falecimento do deputado Rômulo, o partido parece também que faleceu”, completou.

Comentários: