Calo para reeleição de Paulo Câmara (PSB), governador de Pernambuco, a vereadora recifense Marília Arraes (PT) foi rifada da disputa pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann.

A movimentação petista faz parte de um eventual acordo pela neutralidade do PSB no cenário nacional, evitando o apoio da sigla ao presidenciável Ciro Gomes (PDT).

A neta de Miguel Arraes considerou a decisão “um equívoco”. Ela ainda tentou, sem sucesso, argumentar contra a medida partidária. A Executiva vai votar a retirada da candidatura dela na tarde desta quarta-feira, mas a decisão é consensual neste grupo.

Com Estadão

Comentários: