A decisão liminar do ministro do STF, Marco Aurélio Mello, de soltar presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça – incluindo o ex-presidente Lula -, foi comemorada pelo presidente estadual do PT, Jackson Macedo.

“Marco Aurélio cumpriu a Constituição. Ninguém pode ser preso até o processo transitar em julgado, exceto crimes violentos. O país muda constantemente o entendimento da lei pra prejudicar algumas pessoas, uma delas é o presidente Lula”.

A onda “Lula livre” chegou ao Supremo.

Comentários: