De férias, no exterior, a senadora eleita Daniella Ribeiro (PP) precisou que o presidente do Progressista e senador Ciro Nogueira (PI) a despertasse sobre os bastidores que cercam a eleição do Senado da República.

Há quatro dias, a paraibana emitiu nota afirmando que o seu partido só teria um posicionamento sobre a eleição do Senado no fim do mês, esquecendo o ex-governador de Santa Catarina e senador eleito Esperidião Amin (PP), que havia se colocado como pré-candidato à presidência da Casa maior.

Nesse domingo (20), Ciro Nogueira cobrou de Daniella Ribeiro, que será líder da bancada do PP, uma nova manifestação. “Seria bom a nossa líder se manifestar, dizendo que o partido tem um pré-candidato colocado, que é o nosso governador [Esperidião] Amin, e que em minuto nenhum o partido se reuniu para discutir apoio a outra candidatura. Achava que era interessante a gente se manifestar”.

A resposta veio hoje.

“Não procedem as notícias que circulam dizendo que o Progressistas votará em Renan. Reafirmo aqui o compromisso do partido com o senador Amin, que em dezembro colocou seu nome totalmente à disposição. É um político com história e conduta ilibadas, habilitado para disputar a presidência. É um nome que tem legitimidade nesse processo”, declarou à imprensa em novo release.

Comentários: