Detido no 1º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba, no centro de João Pessoa, o empresário Roberto Santiago, alvo da terceira fase da operação Xeque-mate, pediu ao seu advogado para providenciar um ventilador. A informação é do site ParlamentoPB. Santiago divide a cela com outro presidiário.

Comentários: