Ah, se não fosse Marcelinho…