O Governo da Paraíba vetará a proposta do Ministério da Saúde de liberar 30% de público nos jogos de futebol.

Ao blog, o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, afirmou que não há possibilidade da medida ser seguida na Paraíba.

O estudo do Ministério da Saúde foi entregue a CBF e a única exigência é que cada município ou estado adote a sua política sanitária e um protocolo de saúde.

A CBF entende que a liberação deve ser feita de forma uniforme em todo o Brasil.

No Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson descartou hoje a presença de público nos estádios pelos próximos seis meses, devido ao ressurgimento de casos do coronavírus no país.

Comentários: