O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) criticou a antecipação do debate político de 2022 ainda em 2020 e em plena pandemia da covid-19. Na última semana do seu mandato em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues (PSD) disse que a sua candidatura ao Governo do Estado em 2022 é “irreversível”.

E o PP? 

Questionado sobre o assunto, na 98 FM, Aguinaldo respondeu: “Estaremos ao lado da Paraíba, não é momento de traçar trincheira, ainda mais no momento de pandemia. É momento de estarmos unidos”, advertiu.

Sinais

Aguinaldo Ribeiro fez elogios ao gesto do governador João Azevêdo (Cidadania) pelo apoio a candidatura de Cícero Lucena em João Pessoa. “Precisamos pensar na Paraíba. Do ponto de vista, hoje, nós temos que levar em consideração o gesto que o governador fez em indicar o vice de Cícero, foi um gesto importante, não vou dizer que não foi”.

Sinais II

Ribeiro ainda continuou: “Acho que no mais é construção, o que não dá é você fazer como muita gente faz, que acha que vai resolver dentro de uma sala o destino de um estado. Isso não dá. A gente constrói as claras, de forma transparente, com as pessoas participando. Se João Azevedo tiver pensando na Paraíba como penso, como nós estamos pensando, da mesma forma que Cícero estará pensando em João Pessoa, esse é o momento, tudo é consequência”.

Comentários: