Ganhou ares de final de Copa do Mundo a reunião da Anvisa, logo mais, às 10 horas, para decidir se autoriza o uso emergencial da Coronavac e da vacina de Oxford. O evento terá transmissão ao vivo pelo canal da agência e emissoras de televisão.

Com o insucesso do governo federal na compra do primeiro lote da vacina de Oxford produzida por um laboratório da Índia, a reunião de instantes tem ainda mais importância. 

Somente com a aprovação da Coronavac, a vacina produzida pelo Instituto Butantan, é que a campanha de vacinação no país começa nesta semana. Se apenas a de Oxford for aprovada, não tem vacina nesta semana, uma vez que a Fiocruz ainda não tem insumos para produção em larga escala do imunizante.

Como diria Galvão Bueno, haja coração!

Comentários: