O governador João Azevêdo (Cidadania) atribuiu ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil.

Em entrevista ao Hora H, da Rede Mais Rádio, Azevêdo disse que “encarei com naturalidade” o começo da imunização em solo paulista.

“Encarei com naturalidade, acho que tudo isso é o menos importante do que a chegada da vacina. Há uma disputa, e entendo que haja, entretanto, o fato do Doria ter feito aquilo não invalida todo esforço que São Paulo fez para estar com a vacina nessa condição para o país inteiro. Essa é uma questão que precisamos entender claramente. São Paulo, através do seu governador e do Instituto Butantan, fez um esforço gigantesco para estarmos nessa situação de aprovação na Anvisa e o Ministério da Saúde entender que era o único caminho. Se não comprovasse a CoronaVac, não teríamos vacina. A vacina da Fiocruz não está pronta, nem chegaram as doses de fora”.

Comentários: