O DEM, que tem como líder o paraibano Efraim Filho, acabou de liberar seus deputados para votarem como quiserem na eleição desta segunda-feira (01) na Câmara.

Ao blog, Efraim comentou a decisão:

“Estamos adotando a independência, não blocar com nenhum dos candidatos e os deputados livres para votar de acordo com convicção pessoal”.

A decisão é uma ducha de água fria no presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que apoia a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa contra Arthur Lira (PP-AL), candidato de Bolsonaro.

Comentários: