Em entrevista ao autor do Blog no Hora H, da Rede Mais Rádio, o sanitarista e pesquisador Christovam Barcellos, do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), fez um alerta a Campina Grande e a outros municípios mais resistentes às medidas de endurecimento contra a Covid-19.

– É importante a gente articular esta medida de João Pessoa com Campina Grande, com outras cidades turísticas que podem atrair pessoas neste período de restrições. Não adianta nada uma cidade tomar uma medida e a outra não. O que acontece, por exemplo, com a praia? Se você proibir em um município, a pessoa que tem carro vai para uma em outra cidade. Isso de maneira alguma pode ser permitido. Do mesmo modo o comércio. Isso vai gerar mais fluxo ainda. Isso na verdade é um perigo para estas cidades que irão continuar funcionando.

Para Barcellos, as medidas mais rígidas adotadas pelo Governo do Estado por 9 dias, a partir deste sábado (27), poderão surtir efeito positivo para diminuição da transmissão da doença. Mas ele faz a ressalva: será necessário uma adesão de todos…

Comentários: