A crise entre o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e senadores, se agravou neste domingo (28) após o chanceler de Jair Bolsonaro divulgar nas redes sociais o conteúdo de uma conversa reservada com a senadora Kátia Abreu (PP-TO) durante um almoço no Itamaraty, insinuando que ela teria defendido interesses da China em relação à tecnologia 5G.

Na última semana parlamentares cobraram incisivamente a demissão de Araújo pela conduta da pasta em relação ao enfrentamento da pandemia e à aquisição de vacinas contra a Covid-19. Em reação no início da noite, Kátia Abreu disse que o Brasil não pode mais ter “a face de um marginal”.

Através do Twitter, a senadora paraibana Daniella Ribeiro (Progressistas) saiu em defesa da colega.

– É lamentável. Enquanto choramos a morte de milhares de brasileiros , o chanceler ataca a presidente da Comissão de Relações Exteriores @KatiaAbreu com inverdades. Em vez de ajudar o país, atrapalha. Não é isso o que esperamos da nossa diplomacia.

Comentários: