Em uma declaração irresponsável, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, lançou dúvida sobre a eficácia da Coronavac.

Em depoimento à CPI da pandemia, o paraibano não quis entrar em detalhe, segundo ele, por “falta de evidência”, mas disse que “já há questionamentos sobre efetividade da Coronavac”.

Um estudo inédito feito pelo Instituto Butantan em Serrana, no interior de São Paulo, com a Coronavac, mostrou queda de 95% nos casos de mortes, 86% de internações e de 80% em casos sintomáticos de Covid-19, com a vacinação em massa da população. 

A Coronavac é responsável pela vacinação de mais da metade dos paraibanos e dos brasileiros.

 

Comentários: