O paraibano Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, cogitou acatar a ideia de Jair Bolsobaro sobre desobrigar o uso de máscara para quem já foi vacinado ou infectado pela Covid-19. Segundo ele, a proposta está sendo estudada. “Queremos que seja o mais rápido possível [o estudo]”, disse. “O presidente não me pressiona. Eu sou ministro, nós trabalhamos em sintonia, é assim que funciona o regime presidencialista”. Queiroga e Bolsonaro contrariam cientistas do mundo inteiro que sugerem a flexibilização da proteção com pelo menos metade da população vacinada. Apenas 11% dos brasileiros se vacinaram com as duas doses. 

Comentários: