A identificação de uma nova variante circulando em João Pessoa vai impor uma dose maior de prudência aos gestores. Pelo menos é o que se espera às vésperas da publicação dos novos decretos.

Com o número de casos diários da Covid-19 em alta e em meio a um período de festejos juninos, qualquer flexibilização poderá fazer a Paraíba viver um mês julho terrível e, colocar em risco, uma possível aceleração do plano de imunização com a proliferação dessa e outras variantes.

A Alpha, cepa descoberta no Reino Unido, eleva em 50% a transmissão da doença, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doença dos Estados Unidos. Mesmo índice apontado para a variante Beta, surgida na África do Sul.

As revista científicas The Lancet Infectious Diseases e The Lancet Public Health ainda indicam que a cepa Alpha, apesar de ser mais contagiosa, não era mais grave e nem elevava o risco de morte. Mas sob a ótica da saúde pública, o fato de ela ser mais contagiosa fez disparar a quantidade de casos e, logo, o número de óbitos.

A manutenção das medidas de restrição de circulação – não somente em João Pessoa, como nas cidades turísticas do Brejo – será vital para poder acelerar mais à frente.

Comentários: