Que a oposição da Paraíba é mais perdida que cego em tiroteio, tudo mundo já está cansado de ouvir.

O que talvez surpreenda é a capacidade em superar a vergonha. Ou a falta dela.

Com cabeça só em 2022, deputados do PSDB, PSL e Patriota, vulgos bolsonaristas, traem até o presidente da República.

As manifestações contrárias à reforma da previdência estadual e da lei complementar estadual que institui microrregiões de águas e esgoto são demonstrações de total falta de coerência.

A aprovação das matérias no Congresso com voto, aliás, de um deputado de oposição Pedro Cunha Lima (PSDB), e a sanção de Bolsonaro, obrigaram os Estados a seguirem o mesmo rito.

A oposição ao governo é uma eterna série. 

Comentários: