Uma pandemia em plena ascensão, com pressão crescente por leitos de UTI e sem uma data ou plano claro de vacinação para a população.

Leia também: Cícero e João, distanciamento somente social

Foi neste cenário nebuloso que os prefeitos eleitos em 2020 tomaram posse em 1º de janeiro. Paralisados – e não poderia ser diferente – pela Covid-19, muitos tiveram a capacidade de investimento comprometida.

É fato também que, alguns municípios conseguem se sobressair e é, nesta situação, que João Pessoa passa a se colocar, apesar da evidente dependência por mais vacinas para virar definitivamente a nefasta página da pandemia.

Eficiente como pode na vacinação e com investimentos agora anunciados, em parceira com o Governo do Estado, de R$ 1 bilhão, para construção de novas Unidades de Pronto Atendimento, ações na mobilidade urbana e reforma de mercados públicos, João Pessoa dá um passo à frente da crise.

Veja ainda: 2022: frente bolsonarista se reúne em João Pessoa

Comentários: