O deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso novamente. A decisão é do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

Daniel Silveira violou por 36 vezes as restrições de uso da tornozeleira eletrônica e se recusou a pagar a multa de R$ 100 mil. 

O deputado havia sido preso em fevereiro por ataques aos ministros do STF e depois, desde o meio de março, autorizado a cumprir prisão domiciliar.

Leia também: Forma de governar de Bolsonaro é desaprovada por 66%

Comentários: