Por 345 a 98, a Câmara dos Deputados aprovou há pouco a proposta que garante o direito de se candidatar ao gestor público que tenha tido suas contas julgadas irregulares, mas tenha sido punido “apenas” com multa.

Seis paraibanos votaram a favor da matéria: Damião Feliciano (PDT), Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), Gervásio Maia (PSB), Leonardo Gadelha (PSC), Frei Anastacio (PT) e Hugo Motta (Republicanos).

Votaram contra: Edna Henrique (PSDB), Rafafá (PSDB), Julian Lemos (PSL) e Wilson Santiago (PTB). Efraim Filho (DEM) e Wellington Roberto (PL) não participaram da votação.

Comentários: