Casada com o general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, até agosto do ano passado, a dentista Andrea Barbosa disse em entrevista à Revista Fórum que ouviu “coisas bárbaras” na crise do oxigênio em Manaus, para onde ela se mudou em maio do ano passado por causa do ex-marido, que em seguida foi assumir o Ministério da Saúde em Brasília. Entre as frases que ouviu, o ex-ministro teria dito: “Se fosse por mim comprava só saco preto”. “Minhas questões são pessoais, mas também são coletivas, vi o descaso com que ele tratou as pessoas”, afirma Andrea, que diz ser a favor da ciência. Ela nega que tenha procurado à CPI da pandemia para prestar depoimento. Andrea foi casada com Pazuello por 16 anos e tem uma filha de 13 anos com ele.

+ Empresa diz que vai devolver marca do São João à Prefeitura de Campina

Comentários: