Vinte e nove senadores assinaram até a manhã desta terça-feira (29) o requerimento para prorrogação da CPI da pandemia por mais 90 dias. A comissão foi instalada no fim de abril, com prazo inicial até julho.

+ Ex de Pazuello: “Na crise de oxigênio ele disse que por ele só comprava saco preto”

Os paraibano Veneziano Vital do Rêgo e Nilda Gondim, filho e mãe e ambos do MDB, assinaram a lista para continuidade dos trabalhos, agora em uma nova fase com as denúncias de corrupção no governo Bolsonaro na assinatura do contrato para aquisição superfaturada da vacina indiana Covaxin.

Em depoimento na sexta-feira passada, um servidor de carreira do Ministério da Saúde afirmou que Jair Bolsonaro foi comunicado sobre o esquema e teria citado o seu líder na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), como um dos cabeças da “falcatrua”. Bolsonaro até agora não desmentiu as acusações.

Comentários: