energia mais cara

A nossa bandeira é vermelha

Por Maurílio Júnior
Governo Bolsonaro pede que população economize energia para evitar racionamento

Nesta terça (29/6), a Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou o novo valor para a bandeira tarifária, uma sobretaxa que é acionada nas contas de luz quando o custo da geração de energia sobe.

O valor cobrado da bandeira vermelha 2, o patamar mais alto desse sistema, irá subir 52%. A cobrança adicional subiu de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) e deve vigorar pelo menos até novembro.

Quem jurou que “a nossa bandeira jamais será vermelha” queimou a língua.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!