Um homem que estava na fila do drive thru da vacinação na Universidade Federal da Paraíba ameaçou não se vacinar depois de abordar uma das enfermeiras na tentativa de escolher a fabricante do imunizante. O blog registrou a reação da equipe de Saúde de João Pessoa.

Opinião » Opinião: quando a língua fala e a cabeça não pensa

“Qual? Ele queria qual? Qual a vacina ele quer?”, questiona uma enfermeira a pessoa que atendeu o homem.

Após a reação de parte da equipe e a filmagem do autor do blog, ele tomou a vacina da Astrazeneca, a única disponível nesta quinta-feira (01/7), na Capital.

O blog apurou que muitos dos agendamentos para esta quinta-feira acabaram desfeitos por conta da única opção de vacina. Apesar da falta de noção de muita gente, a Prefeitura de João Pessoa vacinou 5.700 pessoas até o fim da tarde de hoje.

A diretora da Vigilância em Saúde do Município de João Pessoa, Alline Grisi, lamentou o ocorrido, que vem se tornando comum, especialmente com a vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, alvo do presidente Jair Bolsonaro.

Comentários: