Eduardo Leite (PSDB), governador do Rio Grande do Sul, assumiu, há pouco, sua orientação sexual em entrevista para Pedro Bial, que irá ao ar esta noite na TV Globo.

Opinião » Gesto de Eduardo Leite é simbólico em semana de ataques por figuras nefastas

“Eu sou gay. E sou um governador gay, e não um gay governador, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro. E tenho orgulho disso”, disse o tucano.

“Agora, como a minha participação nessa política nacional, nesse debate nacional começa a despertar talvez maiores ataques por conta de adversários, alguns vêm com piadas, ilações, como se eu tivesse algo a esconder. Pois bem, que fique claro, não tenho nada a esconder. Tenho orgulho dessa integridade de poder aqui dizer também sobre a minha orientação sexual, quem eu sou, embora devêssemos viver num país em que isso fosse uma não-questão, mas, se é, está aqui claro”, acrescentou o governador.

O ataque bolsonarista é questão de segundos.

Comentários: