covid-19

Erro de digitação: JP e CG negam aplicação de doses vencidas

Por Maurílio Júnior
Chefe de imunização de João Pessoa, Fernando Virgolino

O chefe da seção de imunização de João Pessoa, Fernando Virgolino, negou que o município tenha aplicado doses vencidas da AstraZeneca.

Ao blog, Virgolino informou que houve um erro de digitação no sistema, o Si-PNI, do Ministério da Saúde.

– Não há a mínima lógica tendo em vista que as vacinas que chegam a João Pessoa são aplicadas em menos de 24 horas, como aconteceu hoje.

A Coordenação de Imunização de Campina Grande também deu a mesma justificativa.

– Houve uma divergência entre o dia efetivo de aplicação e a data do cadastro no sistema, o Si-PNI, do Ministério da Saúde, sendo possível que o prazo de validade tenha expirado nesse intervalo. Contudo, o fato já foi notificado aos órgãos competentes.

Outras prefeituras pelo país também apontaram o mesmo erro.

Segundo levantamento da Folha de S. Paulo, com base em dados oficiais do Ministério da Saúde, 253 paraibanos teriam recebido doses vencidas da Astrazeneca e mais de 26 mil pessoas em todo Brasil.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!