O pastor e cantor gospel Samuel Mariano, presidente da Igreja ADBrás Paraíba, recebeu, nesta segunda-feira (05/07), o apoio do deputado cearense André Fernandes (PSL), integrante da ala radical do bolsonarismo. Mariano teve seu nome envolvido numa polêmica de infidelidade conjugal.

Leia também » Fiscais relatam ameaça em abordagem a igreja lotada em João Pessoa

“Orando por você, meu amigo! Deus sempre escrevendo… Estamos juntos”, escreveu o parlamentar numa rede social.

Na semana passada, uma mulher vazou um áudio em que diz ter se envolvido com o pastor.  “Eu afirmo que aconteceu sim mensagens trocadas, tanto da minha parte, como da parte dele. Além de vídeo chamadas, fotos e áudios que, se preciso, vou comprovar e judicialmente. Eu errei, mas não irei assumir essa responsabilidade sozinha”.

Nas redes sociais, a Igreja ADBrás Paraíba disse em nota que, “áudios, vídeos e documentos usados por estas pessoas não tem nenhuma credibilidade, pois elas mesmas acabam se entregando quando dizem que essas materiais são editados”.

Há seis horas, o pastor Samuel Mariano publicou uma espécie de ‘tempo’ que dará das redes sociais. “Até daqui a um tempo amigos…”, limitou-se.

Comentários: