O governador João Azevêdo (Cidadania) decidiu avançar nos entendimentos com a cúpula nacional do seu partido visando apoiar a candidatura de Lula (PT), líder nas pesquisas para disputa presidencial em 2022.

Azevêdo está em Brasília e se reuniu ontem à noite com Roberto Freire, presidente nacional do Cidadania. Freire é adepto a uma candidatura denominada de “terceira via”, mas admite a força do petista no Nordeste, e não fará obstrução.

“Não é nada estranho para o partido, já tivemos isso no Ceará. Questões locais são levadas em consideração. A esquerda está com ele e o adversário é outro nacionalmente, temos que levar isso em consideração”, disse Roberto Freire, ao blog.

 

Comentários: