Quase 500 agentes da segurança pública da Paraíba rejeitaram tomar a vacina contra a Covid-19 por questão ideológica.

O blog ouviu integrantes das corporações que citaram o posicionamento alinhado de policiais com o do presidente Jair Bolsonaro, que prega contra a imunização. Por outro lado, eles comemoram que “a maioria seguiu a ciência”.

Reportagem » Através da Lei de Acesso à Informação, o Portal T5 noticiou nesta terça (06/07) que 485 agentes de Segurança Pública da Paraíba se recusaram a tomar vacinas contra a Covid-19.

São 410 policias militares, 26 policias civis e 49 bombeiros. Os integrantes das corporações assinaram documentos afirmando que não tomariam o imunizante, mas as motivações não foram apresentadas.

 

 

Comentários: