O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), endossou o que disse João Azevêdo (Cidadania), e afirmou que a sua segunda audiência com o governador da Paraíba “quebra um jejum” de mais de 10 anos de relação institucional entre Prefeitura de Campina e Governo do Estado.

Mais » João fala em “quebrar jejum” sobre convênios com PMCG

“[Estamos] provocando uma quebra de jejum de mais de 10 anos, não faz muito tempo que Campina sequer recebia recursos básicos de Saúde, precisamos quebrar o jejum, há diferenças políticas, é importante que exista, mas é importante que encontremos soluções que Campina e outras cidades não podem prover sozinhas”, disse.

Cunha Lima disse que apresentou “demandas históricas” do município para João Azevêdo.

Comentários: