O silêncio imperou na bancada paraibana no Congresso em uma semana marcada por mais aumentos no preço do gás de cozinha, gasolina, diesel e outros, além da ameaça do Ministério da Defesa e das Forças Armadas ao Congresso diante dos escândalos de corrupção envolvendo também militares no governo.

Leia também

» Rejeição a Bolsonaro bate recorde e vai a 63%, aponta XP/Ipespe

Apenas três de quinze parlamentares se manifestaram sobre os abusos ao consumidor e a democracia: os deputados federais Frei Anastácio (PT) e Gervásio Maia (PSB), que criticaram os novos reajustes do governo Bolsonaro, e o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), que classificou de “tentativa de intimidação” a nota das Forças Armadas contra senadores da CPI da Covid-19.

Comentários: