O presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reagiu aos últimos posicionamentos das Forças Armadas contra senadores por desdobramentos da CPI da Covid-19 e a ameaça de Jair Bolsonaro contra a realização das próximas eleições.

+ “Sem estridências, Pacheco se fez entendido”, diz Veneziano

“A democracia está consolidada no nosso país, embora especulações podem acontecer. Todo aquele que pretender algum retrocesso ao Estado Democrático de Direito será apontado pelo povo brasileiro e pela História como inimigo da nação e como alguém privado de patriotismo”, afirmou Pacheco.

+ 58% a 31%: Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro, aponta Datafolha

Comentários: