Jair Bolsonaro nomeou o paraibano Paulo Roberto Vanderlei Rebello Filho para o cargo de diretor-presidente da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

» Requalificação do Largo de Tambaú custará R$ 300 mil, prevê PMJP

Ele já foi chefe de gabinete do líder de Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), e é próximo do também deputado Aguinaldo Ribeiro (PP). Na semana passada Rebello teve o seu nome aprovado pela maioria dos senadores.

Antes, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), precisou ignorar a solicitação de Bolsonaro para retirar a indicação de Rebello após pressão de Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, que gostaria de um nome da sua confiança.

Comentários: