Durante uma live em maio, Jair Bolsonaro fez uma de outras tantas comparações bizarras ao defender o “kit covid”. Ele afirmou na ocasião que resolvia problema de estômago com Coca-Cola. “Vou abrir o jogo. Amanhã vou até ser criticado. Quando tenho problema de estômago, alguém sabe o que eu tomo? Coca-cola. E fico bom. É problema meu. O bucho é meu. Talvez meu bucho corroído me salvou da facada do Adélio”, afirmou. Sem solução da Coca-Cola desta vez, Bolsonaro está sendo transferido para São Paulo, nesta quarta (14/07), com obstrução intestinal.

Comentários: