Por 278 a 145, a Câmara dos Deputados aprovou o aumento de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões a verba destinada ao fundo que abastece campanhas políticas, o fundão.

O texto relâmpago fez parte da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

A proposta é patrocinada pelo Centrão, integrante da base de Jair Bolsonaro, que conta com três paraibanos como líderes partidários: Hugo Motta (Republicanos), Wellington Roberto (PL) e Efraim Filho (DEM).

 

Comentários: