Líder do chamado “gabinete do ódio” de Jair Bolsonaro, o paraibano de Campina Grande Tercio Arnaud Tomaz agitou a milícia digital contra a competente jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil. Em um ato falho na cobertura de ontem sobre o estado de saúde do presidente, a apresentadora trocou a palavra “internar” por “enterrar” Bolsonaro. Daniella reagiu aos ataques: “Sério. Que nojeira. Nojeira. Vcs não respeitam nem quem te dá emprego e paga teu salário. Vergonha. Nojo. Baixo. Desumano. Seria inacreditável. Mas o gabinete do ódio fomenta o ódio até nisso. Na DOENÇA DO BOLSONARO”.

Irmão do líder do gabinete do ódio de Bolsonaro é empregado na PMCG

Comentários: