O pré-candidato a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB-PB), Raoni Vita, prometeu nessa quinta-feira (10/9) a realização de concurso para seleção e remuneração de advogados para atuarem como procuradores das prerrogativas profissionais.

Segundo explicou Raoni, os juristas acabam cedendo a sua força de trabalho para atuar em defesa da advocacia, mas muitos acabam se indispondo com as autoridades.

Por isso, ele defende que profissionais sejam selecionados e remunerados para atuar em defesa das prerrogativas.

Ainda na defesa das prerrogativas, Raoni propõe que a OAB atue junto aos Tribunais para coibir a atuação de advogados não inscritos na Paraíba em mais de cinco processos ativos; cobrar do TJ a criação do alvará criminal digital; além de ampliar as salas da OAB em todos os fóruns e presídios, com cabines de atendimento.

Piso salarial 

O pré-candidato também se propõe a trabalhar pelo projeto de lei que defina o piso salarial da advocacia e que estes profissionais recebam, pelo menos, R$ 2,5 mil.

Conciliação – Raoni também falou das altas custas processuais da Paraíba, que ocupa o segundo lugar no ranking dos estados com custas judiciais mais altas. Para diminuir as custas e garantir celeridade, ele defende a implantação de um Centro de Mediação e Arbitragem.

Comentários: