Um dia depois de o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmar que há “excesso de doses” no País, a pasta comandada pelo paraibano mandou suspender a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes sem comorbidades. Na terça (14/9), uma nota técnica recomendava a imunização de adolescentes com e sem comorbidades a partir de quarta (15/9). A mudança na recomendação vem no mesmo dia que o Ministério da Saúde anunciou a redução do intervalo entre a primeira e a segunda doses da Pfizer, de 12 para 8 semanas

Comentários: