Antes de assumir o Treze, o presidente Olavo Rodrigues fez uma promessa otimista aos torcedores do clube. O dirigente havia cravado que iria apresentar um treinador do Rio Grande do Sul, “de nome internacional, campeão da Copa do Brasil e ídolo naquele estado”.

Olavo, entretanto, não conseguiu cumprir a promessa. Nesta quinta-feira, 25, o Galo anunciou a aquisição do técnico Flávio Barros, que já havia trabalhado no clube em 2008. O último trabalho de Barros foi em 2019 no futebol paraense. Foram quase três anos de inatividade.

Comentários: