O ex-presidente Lula conquistou mais uma vitória nos tribunais. A mais recente vem da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu desbloquear os seus bens. Por maioria de três votos a um, os ministros entenderam que a Justiça Federal de Curitiba não poderia ter mantido o bloqueio.

O julgamento foi iniciado em agosto com o voto de Edson Fachin contrário ao desbloqueio. Na ocasião, Lewandowski pediu mais tempo para decidir, suspendendo a análise. Nesta semana, Lewandowski e Gilmar Mendes divergiram de Fachin e votaram pelo desbloqueio. Nesta sexta, 26, Nunes Marques seguiu o entendimento pelo desbloqueio.

Comentários: