Um cientista político que explicava na Globo News o favoritismo do ex-presidente Lula (PT) para 2022 precisou ser cortado pela apresentação do programa.

Fernando Abrucio ressaltava que a comparação da realidade de hoje com a época dos governos do petista será crucial para o resultado presidencial do próximo ano. Veja a cena mais abaixo.

Nessa terça-feira (14), a pesquisa Ipec, o antigo Ibope, mostra que Lula venceria a eleição presidencial se ela fosse hoje.

Comentários: