Sexto colocado em 2018, Cabo Daciolo (Brasil 35) anunciou nesta quinta-feira, 16, que não é mais candidato à presidência da República e disse que vai apoiar o pré-candidato Ciro Gomes (PDT), que foi alvo de operação da Polícia Federal um dia antes, na disputa pelo Palácio do Planalto. O anúncio foi feito em publicação no Twitter. “Depois da perseguição política contra Ciro, Cabo Daciolo anuncia que não é mais candidato à presidência e declara apoio a Ciro Gomes!”. Um apoio abençoado. Glória a Deus.

> Alckmin se desfilia do PSDB e avança para aliança com Lula

Comentários: