O prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) disse hoje em entrevista à 98 FM que a sua maior obra no primeiro ano de gestão foi limpar o nome da Prefeitura de Campina Grande no Cadastro Único de Convênios da Secretaria do Tesouro Nacional. Segundo Bruno, a gestão pagou R$ 28 milhões de dívidas deixadas pelo ex-prefeito e aliado Romero Rodrigues (PSD), gestor da cidade nos últimos oito anos

Bruno foi questionado se a revelação não causa constrangimento no aliado. “De forma alguma. Acredito que ele fique satisfeito por estar vendo os outros passos, além daqueles que ele deu, sendo dado, foi por isso que me propus a ser prefeito”. Na mesma entrevista, Bruno reafirmou apoio à pré-candidatura de Romero a deputado federal, porém, com a condição que ele apoie o seu primo, Pedro Cunha Lima (PSDB), ao Governo em 2022.

Comentários: