Sob pressão, o prefeito de Lucena, Léo Bandeira (Solidariedade) disse que as vacinas de adulto aplicadas em crianças no município não estavam vencidas.

Bandeira afirmou à Band News Manaíra que foram vacinadas 48 crianças e, não 60, conforme tem sido noticiado. O Ministério Público Federal abriu inquérito para apurar a situação.

Alguns envolvidos no caso da vacinação irregular já foram ouvidos e os relatos são de que a imunização está fora de controle na cidade.

Prefeito de Lucena, Léo Bandeira

Uma técnica de enfermagem do município disse em depoimento que, além de crianças, adultos teriam sido vacinados com imunizantes vencidos.

Ela alegou também que no dia da vacinação do acontecimento, em dezembro, em crianças, “havia muita gente”, recebendo ordem da chefe de imunização Karina Rocha para “vacinar todos” que chegassem.

Comentários: