O apresentador da TV Correio e político, Nilvan Ferreira, aproveitou o caso de Lucena para atacar a vacinação infantil.

No Correio Verdade de segunda-feira (17), o pré-candidato ao Governo do Estado pelo PTB disse não entender, segundo ele, “a pressa e o desespero” para imunização de crianças.

O caso de Lucena vale ressaltar que, aconteceu em dezembro, quando não havia autorização para imunização das crianças, nem vacina adequada. O Ministério Público Federal acompanha a situação.

A vacinação infantil no Brasil começou no último fim de semana com doses pediátricas da Pfizer.

“Eu não vacinaria filho meu. É um direito que tenho. Na minha casa tem dono: sou eu”, disparou Nilvan ao atacar autoridades.

Comentários: