O Treze está sem técnico na semana da estreia no Campeonato Paraibano. O presidente Olavo Rodrigues e o vice-presidente Arthur Bolinha decidiram demitir nesta segunda-feira (31) o treinador Flávio Barros a cinco dias de encarar o Sport de Lagoa Seca.

Além de Flávio Barros, o ex-jogador do clube, Capitão, que era auxiliar técnico, também foi mandado embora. A diretoria do Galo contratou Flávio Barros no dia 25 de novembro do ano passado. O técnico não trabalhava há dois anos. Em suma, estava aposentado.

O substituto de Barros deve ser o gerente de futebol Suélio Lacerda, que já foi treinador e estava aposentado da carreira há anos. A desorganização tem sido uma marca no Treze Futebol Clube na última década. O clube vai entrar no torneio para brigar contra o rebaixamento.

Comentários: