O início da primeira noite de desfiles do Grupo Especial no Carnaval 2022 do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (22), teve gritos de teor político.

Enquanto o público nas arquibancadas fez protestos contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) e a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o camarote exclamou contra o petista.

Os protestos aconteceram quando o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro anunciou no sistema de som as escolas de samba que irão desfilar ao longo da noite, e a banda da Polícia Militar do Rio tocou o hino nacional.

O público das arquibancadas gritou “Fora, Bolsonaro” e, logo em seguida, “olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”. Nos camarotes, os foliões reagiram gritando “ei, Lula, vai tomar no c*”. Uma disputa de classes.

Comentários: