O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi aconselhado a ir às redes sociais, ou a gravar um vídeo, pedindo desculpas sobre sua declaração de ontem em que cita policiais.

O petista afirmou num discurso, em São Paulo, que o presidente Jair Bolsonaro “não gosta de gente, gosta de policial”.

Pegou mal! 

A declaração foi definida por um petista como “eleitoralmente ruim”, mas que pode ser revertida se ele sinalizar que foi na “empolgação do palanque”.

A sugestão de pedir desculpas foi dada a ele por petistas que estão a seu lado nessa pré-campanha. Lula não disse nem sim, nem não sobre essa sugestão. Ficou de pensar. (Ricardo Noblat | Metrópoles)

Comentários: