A advogada Michelle Ramalho vai garantir mais quatro anos de mandato à frente da Federação Paraibana de Futebol. 

Ela será aclamada no próximo dia 23 depois de agrupar o apoio de 50 entidades – entre clubes amadores, profissionais e ligas de futebol.

Ramalho terá como vice-presidentes Marcelo Vaz, Matheus Morais e Nosman Filho, que é o único a seguir no cargo para o quadriênio 2022-2026.

O salário da dirigente e de todos os outros presidentes de federação foi recentemente reajustado pela CBF para R$ 70 mil.

O caminho aberto que Michelle terá agora se contrasta e muito com quatro anos atrás, quando a então auditora da Justiça Desportiva venceu o também advogado Eduardo Araújo por dois votos de diferença.

Eduardo Araújo, que seria teoricamente uma oposição a Michelle, faleceu em 2020 em decorrência da Covid-19.

Comentários: